14 abril 2008

Missão

"Criança guarida de luz de linho,
Que transportas em ti o sonho pequenino,
Que de amor e de bruma te fez a história,
Num bem querer de amor sem fim...
Sagrou-te a vontade e ali ficou perto de ti.

Deixa agora mãe serena, ver a luz do menino
Que grande será o seu destino,
Será assim devagarinho,
Cresce-lhe o dom divino...

Abraço apertado de carinho,
Abre as asas mãe,
Deixa voar um pouco o menino...
Sente em ti o querer maior,
Nele não há lá espaço de dor.

Instante primor em que serenas são as horas,
Sente a sede do menino, que se fez ao mar sozinho,
E lá batalha com amor."

D.F

6 Comments:

Blogger ilha said...

Ilha diz: lindo:-) Sejam-se os vôos e claro, haja smepre Luz!

20/4/08 14:38  
Blogger Kleine Hexe said...

...saudaditas =P

22/4/08 09:45  
Anonymous Anónimo said...

È bom ser a mãe serena, e sem sombra de dúvida e por honra de Lambpspring, que essa Missão é minha e dele para todos e também de quem nos venha por bem acompanhar momentos.

23/4/08 17:35  
Anonymous Anónimo said...

È claro que a anónima sou eu, quem mais poderia ser?...
ilha*

23/4/08 17:36  
Blogger Kleine Hexe said...

... a aprender a acompanhar momentos...

23/4/08 20:56  
Anonymous Anónimo said...

Que belo!
Um missão, um feito com tantos "nãos". Porque sem os "nãos" não será homem, não será mulher. Apenas um espectro da feroz vida.
Porque dedicamos tanto da nossa vontade, da nossa vida aos outros? É um caminho de paixão, sem dúvida! Simultanemanete um risco, demasidado grande. Equilíbrio.
Porque nos tornamos fantasmas.

27/4/08 15:54  

Enviar um comentário

<< Home